Muitas pessoas ainda não sabem porque investir em imóveis. Alguns acreditam que pagar aluguel é a mesma coisa que passar trinta anos quitando um apartamento ou uma casa, mas isso não é verdade.

A compra de um imóvel é uma das formas mais tradicionais de conquistar segurança e melhorar o estilo de vida para você e sua família. E você pode fazer isso agora mesmo!

Além dessa, existem diversas outras maneiras para investir em imóveis, como estabelecer o próprio patrimônio, garantir estabilidades para suas futuras gerações e até gerar uma fonte de renda por meio de alugueis para terceiros.

Gostaria de saber mais sobre esses motivos para investir em imóveis agora mesmo, entre outros? Então, continue lendo este blog para mais detalhes. Acompanhe:

Principais motivos para investir em imóveis

Selecionamos uma lista com os quatro principais motivos para você investir em imóveis assim que possível. Lembre-se que esse é um procedimento repleto de pormenores que precisam da sua máxima atenção e cuidado para que nada de errado.

Algumas empresas proporcionam orientações para que as formalidades aconteçam sem problemas, dessa forma, evitando dores de cabeça no futuro e viabilizando com mais facilidade a conquista de um novo imóvel. Agora, confira a nossa lista de motivos abaixo:

Segurança

Segurança é um dos principais motivos para investir em imóveis.

Atualmente, pessoas querem morar, trabalhar, estudar, entre outros, em um local onde não se sintam ameaçadas. Portanto, sempre haverá uma demanda por profissionais no prédio ou no bairro para garantir o bem-estar.

Construtoras, incorporadoras e vendedoras tem levado esse conceito a sério, procurando garantir recursos tecnológicos e modernos que auxiliem na segurança dos espaços. Ou seja, não está tão difícil encontrar o lugar ideal hoje em dia.

Potencial de valorização

Outro fator que deve levar você a investir em imóveis é o impacto no mercado imobiliário causado pelo déficit habitacional brasileiro, que chega a 5,5 milhões de residências, de acordo com números do IBGE.

Esse fato aliado ao aumento populacional no Brasil estimula um aumento consistente na demanda por novos imóveis. Esse efeito causa uma valorização dos imóveis já existentes, visto que as empresas não têm capacidade para construção nessa escala.

Ainda há outros fatores que aumentam a valorização, como a qualidade do projeto arquitetônico e o quanto ele é diferenciado.

Benefícios fiscais

É possível adquirir benefícios fiscais ao investir em imóveis. Dependendo da maneira como você realizar o investimento, é possível contar com deduções em juros de hipotecas, despesas operacionais, seguros e depreciação.

Aliás, você sabia que para quem vende um imóvel residencial, existem isenções de Imposto de Renda caso a pessoa use todo o dinheiro da venda na compra de outro imóvel residencial no país em até 180 dias? É verídico!

Há, também, isenção se Imposto de Renda se o custo da venda são superar o teto de R$400 mil, desde que o dono não tenha vendido nenhum outro imóvel nos últimos cinco anos.

Logo, o investimento que você realizar agora pode se tornar uma ótima segurança no futuro!

Proteção contra inflação

O valor das parcelas da compra de um imóvel, aluguel, pagamentos e demais transações imobiliárias são automaticamente atualizadas pelo INCC (Índice Nacional da Construção Civil).

O INCC é uma taxa calculada mensalmente pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) para medir o aumento dos custos dos insumos utilizados em construções habitacionais, em outras palavras, um tipo de índice de inflação de preços deste setor.

Assim, é possível investir em imóveis para incorporação ou aluguel e sentir-se bem orientado nas questões de cobrança e pagamento, de forma direta e sólida.

Agora que você já conhece os motivos para investir em imóveis, pode começar a sua jornada agora mesmo. Basta se organizar financeiramente para isso e conquistar um imóvel próprio para utilizá-lo como preferir!

Caso tenha gostado deste post, confira mais no nosso blog.

0 0 votes
Article Rating