Não sabe o que fazer com a sua varanda? Já pensou em transforma-la em uma varanda gourmet? Saiba que com algumas reformas simples você pode dar uma nova utilidade a esse espaço.

  1. Itens que não podem faltar na sua varanda gourmet

Algo que, sem dúvidas, não pode faltar em uma sacada gourmet é a churrasqueira. Afinal, nada melhor do que reunir familiares e amigos para um churrasco no final de semana. Além da churrasqueira, é importante que a varanda gourmet não deixe de ter itens essenciais como pia e geladeira.

  1. Opte pelo revestimento em azulejos ou pastilhas

Uma ideia interessante para as paredes da varanda gourmet é o revestimento em azulejos ou pastilhas. É possível encontrar diversas opções de cores para combinar com o estilo de decoração do ambiente. Além disso, as pastilhas, além de deixarem o ambiente mais charmoso, facilitam bastante a limpeza.

  1. Feche a sacada com cortina de vidro

O fechamento de sacada com vidro é uma ótima opção para as varandas gourmet. Isso porque as cortinas de vidro protegem o ambiente sem atrapalhar a iluminação natural.

  1. Invista em uma bancada

As bancadas são peças perfeitas para varanda gourmet, principalmente as de apartamentos, que costumam ter espaços menores. Elas servem de mesa e, ao mesmo tempo, de apoio para a preparação dos alimentos. Alguns modelos de bancada possuem armários na parte de baixo que permitem o armazenamento de utensílios.

  1. Posicione o mobiliário estrategicamente

Por ser um espaço para refeições e onde as pessoas se reúnem, o mobiliário da varanda gourmet não deve atrapalhar a circulação e a interação de quem está no ambiente. Os assentos para acomodação das pessoas não podem faltar, mas é preciso tomar cuidado. Se o espaço for pequeno, a melhor alternativa é optar pelos bancos já que ocupam menos espaço que as cadeiras comuns.

Atenção!

Reformas como fechamento de sacadas com vidro interferem na fachada do edifício, de forma que, antes de qualquer coisa, você deve se certificar se o condomínio onde mora permite a prática. Detalhes como as cores do vidro e os perfis são normalmente determinados em convenções internas do condomínio, de forma a definir um padrão, mantendo a unidade visual do edifício.


Gostou do nosso artigo? Continue acompanhando para ficar por dentro de todas as dicas e novidades!

5 1 vote
Article Rating