Investir no primeiro imóvel é a realização de um sonho para muitas pessoas. Ter a casa ou apartamento próprio é sinônimo de qualidade de vida, bem-estar, e segurança, além de outros benefícios exclusivos apenas para quem não paga aluguel, como a melhor administração do próprio dinheiro, gerando novas economias e poupando gastos.

É comum ter dificuldades para lidar com o mercado imobiliário, principalmente se for a sua primeira vez investindo. Os diversos pormenores, especialmente a burocracia do mundo dos investimentos, pode ser intimidadores e complicados de entender, mas saiba que, com um bom preparo, não fica tão difícil de se lidar.

Para ajudar você nesse processo, a VRV preparou este post com 5 ótimas dicas para quem deseja ou já está tentando investir no primeiro imóvel. Confira nossas orientações para um bom investimento imobiliário abaixo e garanta o sucesso do seu negócio!

1) Um bom planejamento é a base do sucesso

Planejar todos os pormenores do seu processo de compra de uma casa ou apartamento é fundamental para evitar erros e dores de cabeça no futuro e ter a certeza de que, de todas as opções, a que você está escolhendo é a melhor para a sua realidade.

Uma boa análise do seu orçamento te dará uma visão completa da sua capacidade de investimento. Nesse processo, observe quais seus limites financeiros, se suas economias conseguem comportar a compra de uma residência à vista ou se é um montante suficiente para dar de entrada, por exemplo.

Uma opção a constar no seu planejamento são os programas de financiamento. Faça uma pesquisa minuciosa a respeito das instituições que oferecem crédito imobiliário e priorize as opções com melhores normas e condições. Construtoras oferecem planos de financiamento, em muitos casos, com condições mais flexíveis em comparação a bancos ou consórcios.

Por fim, lembre-se de continuar reservando uma parcela das suas economias para garantir o bem-estar da sua família e a saúde do seu investimento em caso de imprevisto.

2) Defina as características que você quer para o seu imóvel

A segunda dica envolve seus gostos particulares e a finalidade que você deseja para o imóvel que será adquirido. Aqui, será necessário clareza e objetividade, pois irá ajudar você a definir a casa ou apartamento ideal.

Liste todas as suas expectativas relacionadas à residência, como: a nova casa será para você e sua família, ou para locação de modo a gerar mais renda futuramente? Quantos quartos a moradia precisa ter? Em qual região da cidade você está procurando investir? O imóvel pode ser usado ou sua prioridade são projetos novos? Precisa de garagem? Quantas vagas? Precisa de jardim ou algum outro ambiente externo? Entre diversas outras perguntas a serem respondidas.

São diversos pontos a serem considerados, todavia, cuidado nunca é demais. Todas essas informações serão muito úteis na hora de fazer pesquisas de mercado e conferir o está do apartamento ou da casa durante vistorias acompanhadas dos vendedores.

3) Pesquise o mercado imobiliário

Mesmo que você tenha pouca experiência com o mercado imobiliário, a pesquisa pela moradia perfeita não vai ser difícil, principalmente se você realizou a dica anterior corretamente e agora possui, nos mínimos detalhes, uma boa ideia do que procura e do quanto quer/pode pagar ou dar de entrada.

Converse com os funcionários das corretoras, normalmente eles são os mais aptos a dar todos os detalhes sobre uma moradia; pesquise por construtoras da cidade e região que estão com projetos em andamento ou já finalizados, pois, apesar do status do empreendimento, ainda pode ser possível adquirir uma unidade; e visite diversas propriedades, casas ou apartamentos usados e terrenos à venda, por exemplo, antes de decidir.

Compare preços das residências disponíveis e em construção, e tenha cuidado especial na análise de cada proposta e opção que você tiver em mente, procurando sempre por sinais de patologias ou malcuidados com a estrutura, como manchas, rachaduras, falhas na rede elétrica, entre outros.

Uma boa pesquisa aumenta as suas oportunidades de encontrar o local dos seus sonhos e por um preço justo.

4) Tenha atenção redobrada aos processos burocráticos

É impossível evitar os processos burocráticos, eles estão em toda parte, e lidar com eles diretamente, é a melhor forma de garantir a segurança da sua transação.

Estude como funciona todos os processos que envolvem a compra ou a entrada, quais documentos são necessários para adquirir um imóvel e quais documentos do imóvel precisam estar em dia para você tomar posse completa dele. Uma boa ideia é conversar com amigos e familiares que já tiveram experiências similares na aquisição de casas ou apartamentos e entender quais foram as facilidades e dificuldades que tiveram, dessa forma você pode evitar algumas dores de cabeça.

Na hora de escolher uma empresa, construtora ou escritório imobiliário, procure escolher a opção mais confiável para investir, aquelas com um ótimo histórico de operações e com boa reputação no mercado e entre seus clientes.

Leia com cuidado o contrato de compra e confira documentos como a Matrícula e a Certidão de Ônus Reais (no caso de propriedades usadas) de modo a garantir que não existem pendências legais que podem gerar complicações no investimento. E não tenha medo de pedir ajuda a um profissional da área, todo o conhecimento dele pode vir a calhar mais do que você imagina.

5) Não tenha pressa e nem tente facilitar os processos

Um imóvel é um bem duradouro que, se preservado, poderá ser passado para as próximas gerações da sua família como uma herança. Portanto, não tenha pressa para posteriormente não cometer erros e gerar mais gastos financeiros do que seria necessário.

O primeiro investimento é empolgante, gera nervosismo e ansiedade, mas, de qualquer maneira, não deixe esses sentimentos tomarem conta da sua cabeça e condenar a maneira como as decisões vão ser tomadas. Inteligência emocional e racional também são importantes. Não seja impulsivo e nem deixe que vendedores ou corretores te pressionem a fazer uma escolha precipitada, muitas vezes que você nem queria escolher.

A demora não é um problema quando é para o seu bem. E nunca se esqueça de considerar variáveis de um futuro próximo, por exemplo, a possibilidade da família crescer, adquirir novos móveis para os cômodos, mudar a decoração do jardim ou comprar mais um carro.

 

Com essas dicas, você pode planejar o seu primeiro investimento em um imóvel dos sonhos de maneira segura, prática e eficiente.

Para mais informações como essa, acesse o blog da VRV agora mesmo!

 

0 0 votes
Article Rating